terça-feira, 11 de outubro de 2016

Dois senadores podem ser sobreviventes do PT no Senado

Fátima Bezerra/RN e o representante acreano estão na metade da metade do primeiro mandato

José Vanilson Julião
Jornalista

Eles são dez. Representam quatro das cinco grandes regiões geográficas do País. Exceto o Centro-Oeste. Pelo Nordeste são quatro. Tres pelo Norte. Dois do Sul. Um da Sudeste. Seis homens e quatro mulheres. É a bancada do Partido dos Trabalhadores.

O líder é o paulista criado em Pernambuco Humberto Costa. O grupo é completado por José Pimentel/CE, Paulo Rocha/PA, Maria de Fátima Bezerra/RN, Regina Souza/PI, Jorge Viana/AC, Angela Portela/Roraima, Lindberg Farias/RJ, Gleisi Hoffmann/PR e Paulo Paim/RS.

A maioria termina o mandato de oito anos em 2018. Neste ano de campanha política e eleitoral somente dois completam a metade do mandato.  A professora paraibana radicada no Rio Grande do Norte, Maria de Fátima Bezerra, e o acreano Paulo Rocha.

Os demais correm o risco de não se reelegerem na disputa com outros partidos na renovação das respectivas bancadas

Nenhum comentário:

Postar um comentário