sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Senador comete gafe em discurso sobre a violência

O senador paraibano Raimundo Lira (PMDB), em discurso nesta sexta-feira (4), sobre a violência reinante no país, tendo como pano de fundo um assalto numa cidade satélite, que culminou com um comerciante conterrâneo baleado na cabeça e internado em estado de coma no Hospital de Base em Brasília (Distrito Federal), trocou as bolas.

Lira comparou os assaltantes de banco que atuam no interior do Brasil com os antigos cangaceiros, alcunhados de “novo cangaço”, porém citou o presidente Jusscelino Kubitschek de Oliveira (56/60) como o responsável pela eliminação do banditismo nordestino.


Na verdade o cangaceirismo histórico acabou entre 38, primeiro com a morte de Virgolino Ferreira (Lampião), e 40, com a eliminação de Cristino Gomes da Silva Cleto (Corisco, o Diabo Louro), durante o Estado Novo, do gaúcho Getúlio Dorneles Vargas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário