sexta-feira, 24 de abril de 2015

Força Sindical critica mais uma ‘pedalada’ do governo federal no bolso do trabalhador e do operariado

A organização de trabalhadores e operários ‘Força Sindical’ divulgou, a pouco, comunicado oficial em que denuncia uma nova informação, de que o Governo Federal revela o artifício de usar dinheiro do (Fundo de Investimento em Infraestrutura do Fundo de Garantia) para financiar o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

Segundo a nota, assinada pelo presidente da Força, Manoel Torres, “causa estranheza, pois trata-se, na verdade, de uma nova pedalada fiscal da equipe econômica, que coloca em riscos dinheiro dos trabalhadores, podendo até mesmo resultar em enormes prejuízos.”

Segue: “Não podemos permitir o uso indevido, e sem segurança, do patrimônio do trabalhador.”

Diante da situação, a Força Sindical estuda, junto a departamento jurídico, protocolar no STF (Supremo Tribunal Federal) uma ADIN (Ação Direta de Inconstitucionalidade), visando preservar o dinheiro de milhões de trabalhadores, reservados nas contas do FGTS.

Ainda: - A forma de usar cerca de R$ 10 bilhões do Fundo de Garantia dos trabalhadores para capitalizar o BNDES não garante retorno ao investimento, visto que o banco repassa os recursos a taxas subsidiadas.

Como a equipe econômica tem, frequentemente, utilizado métodos pouco transparentes, como a recente pedalada fiscal, fica o questionamento se o dinheiro dos trabalhadores será, efetivamente, utilizado para financiamentos duvidosos ou para cobrir compromissos do banco.

Infelizmente, a insensibilidade social da equipe econômica quer promover um ajuste fiscal fazendo com que os trabalhadores paguem a conta dos desmandos e das derrapadas do governo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário