segunda-feira, 1 de junho de 2015

A jogada de mestre pode ser a última cartada do deputado estadual Agnelo Alves

AA articula transferência do domicílio eleitoral da nora para Parnamirim, da mesma forma como ele mesmo procedeu para ser eleito duas vezes prefeito, depois de ser eleito suplente de Senador

José Vanilson Julião
Jornalista

Já começou a pipocar nas redes sociais e nos blogs da internet a transferência do domicílio eleitoral, dentro do prazo legal de mais de um ano antes da eleição municipal de 2016, da mulher do prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), a empresária Andreia Ramalho (PDT), para o município Parnamirim (região metropolitana).
Nesta semana, antes mesmo do feriado nacional de quinta-feira, o jornal mensal “CORREIO POTIGUAR (edição de maio), começa a circular com esta mesma informação, obtida depois da oficialização na terça-feira (26/5), preto no branco e com chancela, de martelo batido e ponta de prego virada, da transferência do título de eleitor da primeira dama da capital potiguar.
O título da nota, inserida na página dois do impresso, é a seguinte: “A jogada de mestre da família Alves”. A chamada de capa: “A última cartada de Agnelo Alves”.
Segue resumo do texto escrito pelo diretor-fundador do CP, Graciano Luz: - Em Parnamirim o bloco político que dá apoio ao pré-candidato ao prefeito Maurício Marques dos Santos (PDT) anda em clima de terror. O motivo é a grande rejeição ao nome do secretário municipal de Obras, Naur Ferreira da Silva.
Como Naur não emplaca e é, praticamente, carta fora do baralho, fala-se no plano B, que seria o secretário municipal de Saúde, Henrique Eduardo Costa, mas este é um estrangeiro que ninguém conhece. Está fora.
Aí aparece a velha raposa, o mestre da engenharia política, que cria e mata candidaturas: o ex-prefeito e deputado estadual Agnelo Alves (PDT). Para resolver o problema e desatar o nó. Pegou a nora e transferiu o título dela para Parnamirim. Todos os personagens pertencem a uma mesma agremiação ou sigla, o Partido Democrático Trabalhista.
Com o detalhe que Ramalho sairia candidata a prefeita, na cabeça de chapa, com o demitido secretário municipal de Habitação em Natal, Homero Grec, como vice, sendo que este já foi secretário municipal de AA e do próprio Maurício.
Entre todos somente Naur não é do PDT, mas do PSB (Partido Socialista Brasileiro), o mesmo da vice-prefeita da capital, Wilma Maria de Faria.

Neste imbróglio até a atual vice-prefeita, Lucinha, indicação de AA, dança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário