sábado, 13 de junho de 2015

O amadorismo da secretária de Defesa Social/RN a faz recuar. Sede da Sesed sai da Escola de Governo e retorna para a Emater

Temendo sofrer uma ação de despejo da Escola de Governo, pois sabe que ocupa esse local de forma arbitrária e irregular, a secretária estadual de Defesa Social, delegada Kalina Gonçalves Leite ligou para a Corregedoria Geral e mandou que agilizassem às pressas a mudança para a sede da Empresa Assistencia e Extensão Rural (Emater), antigo local da Sesed, no Centro Administrativo (Lagoa Nova). Só assim quando for expulsa da Escola de Governo ela pode alegar que não tem onde ficar.
A atual Secretária de Segurança Pública, que vive no “País das Maravilhas”, foi alertada que a Escola de Governo deve servir para cursos oferecidos aos servidores, e que ela poderá responder a mais uma ação judicial e, por isso, portanto ela sabe que está cometendo irregularidade em ocupar aquele local.
A Constituição Federal do Brasil (Art. 39, § 2º) determina que a União, os Estados e o Distrito Federal mantenham escolas de governo para a formação e o aperfeiçoamento dos servidores públicos.
         É bom lembra que em fevereiro desse ano, Kalina Leite tentou tomar posse da Escola Estadual Manoel Dantas, no bairro de Tirol, tomou para si as chaves da escola, que se encontrava fechada, desde dezembro de 2014, e ordenou que a Acadepol (Academia de Polícia) ocupasse o local, porém com a mobilização de moradores, professores, mães e alunos, e com o apoio da vereadora Amanda Gurgel, decidiu devolver as chaves da escola.
Para consultar essa informação basta acessar o link: http://www.amandagurgel.com.br/noticia/escola-estadual-manoel-dantas-e-reaberta/
            O fato da Sesed está ocupando a Escola de Governo pode gerar prejuízo para a população, que é atendida pelos servidores, pois se sabe que servidores bem preparados tratarão bem ao público, mas para que eles sejam bem preparados e capacitados precisam da Escola de Governo para freqüentarem cursos, se requalificarem e ter ascensão na carreira. 
            Ainda sobre o destino da Corregedoria Geral é bom ressaltar que a lei de 231/2002 está sendo fruto de um grupo de estudos que quer modificá-la, porém o tal grupo não está abrindo consulta pública, também não está informando ao legislativo, estão agindo de forma velada e na surdina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário