sexta-feira, 17 de julho de 2015

Agora parece definitivo. Corregedoria Geral e auxiliares vão ser alojadas na Emater/RN (Centro Administrativo)

Em visita recente a Corregedoria Geral da Secretaria Estadual de Defesa Social do Rio Grande do Norte, a secretária Kalina Gonçalves Leite disse que vai mudar e por fim a esse órgão, mesmo que o Ministério Público, ou outros poderes, se oponham a decisão.
Não bastasse os sucessivos insucessos com relação a insegurança pública, a secretária, segundo a fonte, teria, por costume, agir unilateralmente.
O modelo atual de corregedorias unificadas é recomendação do Plano Nacional de Direitos Humanos, mas Kalina Leite age com se fosse uma "ditadora", pois vai impor sua vontade à mão de ferro.
O Poder Legislativo estadual, o ente que deve votar as leis, está sendo mantido de escanteio, pois aquela secretária vai modificar uma lei sem consultar a Assembléia (deputados estaduais).
Sem data prevista, o órgão está para se mudar, e agora parece  definitivo, em meio as indecisões e escolha dos locais, dessa vez com todos os setores, para a sede da Empresa de Assistencia e Extensão Rural (Emater), no Centro Administrativo (Lagoa Nova).
Assim continuariam, em um só lugar, a Corregedoria Geral e as corregedorias auxiliares (polícias Civil e Militar), mesmo com o suposto e futuro desmembramento.destas.
Desta forma a secretária muda, mais uma vez, a decisão de alojar a Corregedoria da PM no prédio do Instituto de Previdencia do Estado (IPE), localizado na Rua Jundiaí, no bairro da Cidade Alta (Centro).
A secretária, inclusive, estaria recomendando que nenhum dos corregedores fale com a imprensa. A novela da CG vem sendo acompanhada, desde janeiro, exclusivamente, por este espaço da mídia digital, sem que a imprensa dita tradicional, publique, sequer, uma linha sobre tão polemico assunto, de interesse da comunidade potiguar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário