sábado, 1 de agosto de 2015

O semideus e a rainha de Sabá põem os presidentes Getúlio Vargas e Janio Quadros no bolso

José Vanilson Julião
Jornalista

Em entrevista a revista alemã “Capital”, segundo a nacional “Carta Capital”, o sociólogo e ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirma que o ex-presidente Luis Inácio da Silva, o Lula, era como um Cristo. "Eles fizeram dele um deus, mas ele apenas levou adiante a minha política."

É isso mesmo que este humilde redator, sem qualquer repercussão preponderante, vinha dizendo na rede social. FHC somente não diz quem são “eles”, os que idolatram o metalúrgico aposentado.
Bem que o político “tucano” poderia esclarecer que estes “eles” são os fanáticos simpatizantes e filiados do Partido dos Trabalhadores, que endeusam um homem de carne e osso.

Se Lula é um semideus, pelo andar da carruagem a presidente Dilma Roussef seria a “rainha de Sabá”, que, de misteriosa e lendária, passa a ser desmitificada pelas asneiras que diz em todas as entrevistas. Pelo menos na maioria das vezes.


Acho que nem mesmo o gaúcho Getúlio Dorneles Vargas, ditador e presidente, ou o mato-grossense Janio da Silva Quadros, com carreira política meteórica em São Paulo, dois dos principais líderes populistas no País, chegaram a tanto. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário