sábado, 1 de dezembro de 2018

Percentual positivo para governo do presidente Bolsonaro é igual ao número de eleitores que o elegeu


Enquanto a grande e tradicional imprensa da Região Sudeste torce de má vontade e colocando o carro na frente dos bois, critica o número de 20 ministérios a ser composto, na totalidade até o final de dezembro – e bem menor aos 49 da era Dilma Roussef, a maioria da população dá crédito.
Na contramão dos conglomerados de mídia – revista, jornal e televisão - a expectativa dos brasileiros em relação ao próximo governo é positiva para 57% dos entrevistados da  primeira pesquisa mensal sobre aprovação do governo e do Congresso divulgada na terça, 27/11, pela XP Investimentos.
Para 38% das pessoas o eleito presidente da República, Jair Messiais Bolsonaro, do Partido Social Liberal, fará um governo regular (18%) e péssimo (20%).
Com relação à montagem da futura equipe, principalmente no primeiro escalão, 63% dos entrevistados disseram aprová-la contra 26% que a desaprovam.
A consultoria, em parceria com o Ipespe, entrevistou 1.000 pessoas por telefone entre os dias 21 e 23 de novembro das cinco Regiões do Brasil: Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul.
Pesquisa ainda demonstra que 56% dos entrevistados acreditam que a corrupção vai diminuir (38%) ou diminuir muito (18%) nos próximos seis meses.
Os menos otimistas com o combate à corrupção, encarnado no futuro ministro Sérgio Moro, acham que o nível de corrupção do País vai continuar como está (23%), enquanto 9% acreditam que vai aumentar ou aumentar muito (8%).

Nenhum comentário:

Postar um comentário