sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Mudança nas corregedorias provoca descontentamento


O Programa Nacional dos Direitos Humanos, na primeira versão, no item a que se refere a “segurança”, há várias propostas governamentais, entre as quais “estimular a criação e o fortalecimento das corregedorias de polícias...”

Na segunda versão o tópico “garantia do direito a vida" versa, no item 22, a seguinte diretriz: - Apoiar o funcionamento e a modernização de corregedorias estaduais independentes e desvinculadas dos comandos das polícias com vistas a limitar abusos e erros em operações policiais e a emitir diretrizes claras aos integrantes das forças policiais com relação às proteção dos direitos humanos.

Mesmo diante dessas diretrizes a governadora Maria de Fátima Bezerra ordenou que o secretário de Segurança, coronel Araújo, promovesse o esfacelamento da Corregedoria Geral, devolvendo a Corregedoria da Polícia Militar aos quartéis e a da Polícia Civil aos delegados, cessando, a partir desta sexta-feira, todas as atividades da Corregedoria da Secretaria.

Não se sabe o porquê dessa ordem, que causa estranheza, “pois o PT sempre foi um defensor  pioneiro na questão dos direitos humanos no Brasil.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário